To play, press and hold the enter key. To stop, release the enter key.

press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
  • Facebook ícone social
  • Instagram ícone social



Desafio do dia: fazer essa sequência usando a cadeira e no dia seguinte conseguir sentar com 100% de plenitude.


Como sempre repetimos: os detalhes fazem toda a diferença. Focar nos alinhamentos, apoio firme do pé no chão, conexão da musculatura do Power House e Base Pilates, crescer, ganhar espaços... Cada comando vai somando um pouco mais de sofrimento, mas certamente multiplica os resultados.

21 visualizações0 comentário


A nossa paixão pelo Magic Circle é tão fulminante que quando olhamos para ele já pensamos em esmagá-lo. Porém, podemos também ter uma relação de carinho quando buscamos mais por uma conexão com o Centro do que trabalhar músculos dos braços ou das coxas.


Percebemos no nosso dia-a-dia no estúdio uma tendência comum a ter a vaidade de querer vencer molas pesadas, usar grandes amplitudes de movimento, deformar o Círculo usando força nas extremidades e com isso perder a estabilidade do tronco. É um desafio conseguir fazer a força partir do centro e lembrar que precisamos prestar atenção no que está parado e não só no que movimenta. No vídeo temos um exemplo de como usar esse acessório para ativar a musculatura estabilizadora através de uma pressão mais leve com foco em trabalhar a estabilidade e controle.


Podemos usar o mesmo tipo de estratégia em exercícios clássicos do Mat, por exemplo. Posicionamos o acessório entre os tornozelos no Hundred e fazemos uma leve pressão com o intuito não de fortalecer os adutores da coxa, mas sim de gerar um maior engajamento da musculatura profunda do abdômen. O mesmo vale para o Roll Up, onde ajudará a formar uma Curva-C. Teste em seu corpo, veja a diferença e conte para nós. Como um é pouco e dois é bom, neste link abaixo mostramos com passo-a-passo variações do Double Leg Stretch usando dois Círculos:

Variação do Double Leg Stretch com o Magic Circle






9 visualizações0 comentário


Normalmente damos muita importância a estabilidade pélvica por conta da lombar e esquecemos que a cintura escapular também precisa saber se comportar pois é íntima do ombro e da cervical.


Este exercício é bom para fazer o aluno se perceber e entender o que deve ser feito não só aqui, mas em outros exercícios com descarga de peso nos braços como o Swan no Mat e avançados como Leg Pull Front e Push Ups, afinal no Pilates tudo é uma questão de construção.


Gostamos de algumas dicas verbais do tipo guarde as asas nos bolsos de trás da calça ou escorregue as escapulas pelas costelas e as costelas em direção a bacia. Se você está sentadinho lendo isso, tente aí. Você vai perceber que seus ombros descem e o peito abre, é mágico! hahaha


Aqui vai outro exercício que nos ajuda a alcançar o mesmo objetivo:


Mobilização e Estabilização da Cintura Escapular com a Barra Torre


Como afirmamos lá em cima, existe uma grande intimidade da cintura escapular com o ombro e a cervical, e todos sabem que intimidade gera duas coisas: filhos e falta de respeito. Neste caso só a segunda opção é possível por isso nós, queridos instrutores, cuidamos para que abusos e tensões não aconteçam nestas regiões de nossos alunos! :)



13 visualizações0 comentário
Pesquise no Blog

Estúdios

Logo Paint.png

Nos Estúdios Espaço Fluir você pratica Pilates em aulas criativas mas sem perder os princípios e qualidade do método.

Além da grade regular temos os horários específicos para as atividades voltadas para instrutores, como aulas e workshops.

Unidade São José dos Campos - SP

IMG_2841.jpg

Estamos localizados na Vila Ema

Venha nos conhecer!

Unidade Rio de Janeiro

foto_espaco_fluir_rj-14.jpg

Estamos localizados na Barra da Tijuca.

Venha nos conhecer!

O que você procura?