• Por Hellen e Monique

Proteja seu Punho


O complexo do punho não é uma articulação única. É composto pelas articulações intercárpicas e radiocárpica. Funcionalmente os oito ossos do carpo estão dispostos e movem-se como duas fileiras, uma proximal e outra distal. O Rádio articula-se com o Escafóide e Semilunar, enquanto que a Ulna faz o mesmo com o Piramidal, porém a comunicação se dá através de um disco articular entre eles.

Os movimentos realizados são a flexão, extensão, adução (ou desvio ulnar) e abdução (ou desvio radial). Quando combinados à pronação e supinação da articulação radioulnar, a mão consegue uma movimentação triaxial, dando-lhe grande mobilidade.

É muito comum a queixa de incômodos na região dos punhos em exercícios de descarga de peso nos membros superiores como os Originais Leg Pull (Back e Front) e Push-Ups da série de MAT, por exemplo. Por isso separamos algumas dicas que podem ajudar a aliviar esse desconforto:

  • Existe um espaço maior entre os ossos na parte ulnar no punho (a borda do dedo mínimo), ou seja, entre o Piramidal e Pisiforme e a Ulna (o processo estilóide radial estende-se mais longe distalmente do que o processo estilóide ulnar), fazendo com que a compressão das estruturas se torne menor e o apoio nesta região mais confortável. Essa diferença de espaço pode ser verificada também ao realizar-se os desvios radial (com amplitude de apenas 7 graus) e ulnar (30 graus). Além de melhorar o conforto, levar o peso levemente para a borda lateral da mão ajuda a acionar os estabilizadores da cintura escapular e a encaixar os ombros.

  • Manter as mãos sempre empurrando o chão ajuda na conexão dos músculos de suporte aliviando assim a descarga de peso.

  • Utilizar apoios levemente macios.

  • Não permitir a hipextensão do cotovelo, pois causa sobrecarga tanto nesta articulação quanto nos punhos. O ideal é mantê-lo destravado, isto é, esticado mas com um pequeno grau de flexão.

  • Podemos adicionar um calço nos “calcanhares” das mãos elevando-os, o que aumenta o ângulo da articulação e faz com que o peso não fique todo nesta região gerando alívio. Como mostra a figura acima.

  • Em exercícios nos aparelhos temos que tomar cuidado para que o ângulo dos punhos não fique demasiadamente fechado, posicionando corretamente as mãos do aluno.

Se mesmo tomando essas medidas o incômodo continuar, o instrutor deve mudar a estratégia. O bem estar do aluno deve estar em primeiro lugar. As dores articulares durante a execução dos exercícios são sinal de que algo está errado, podendo ser a carga excessiva, algum posicionamento errado do praticante, há ainda a possibilidade de ele ainda não estar preparado para tal movimento ou a existência de alguma lesão o impedir de realizar certas funções.

Costumamos dizer que Pilates causa dor sim, mas nos lugares certos.

Workshops Espaço Fluir

Clique na imagem para saber mais

O que você procura?

DÚVIDAS E SUGESTÕES, AQUI É O LUGAR!

UM BLOG POR ESPAÇO FLUIR

© 2014 POR ESPAÇO FLUIR.