Quatro Apoios com a Overball no Reformer

 


 

Só quem executa os exercícios em quatro apoios seguindo as leis de Joe sabe o quanto é desafiante. Além de lutar contra as nossas próprias compensações, a força da gravidade tenta nos pregar peças. E se somado a isso ainda tiver um equipamento de Pilates e uma bolinha do mal… Contraia o Power House e salvem-se quem puder!

E falando nele, o Centro de Força é o grande foco do exercício mostrado hoje, além do trabalho de estabilização das cinturas pélvica e escapular e fortalecimento de glúteo.

 

Posição Inicial: Quadrúpede sobre o carrinho do Reformer com as mãos sobre as ombreiras, um joelho em ângulo reto sobre a Overball (no vídeo, o esquerdo) com a ponta do pé no estofado e o antepé contralateral (direito) apoiado na barra de pés, com o joelho também flexionado e suspenso. Os ombros permanecem na linha dos punhos. Formar uma reta desde a cabeça até a bacia.

 

Movimento: Empurrar o carrinho estendendo a perna direita. Executar uma flexão dorsal, voltar para a flexão plantar e então fechar o carrinho dobrando o joelho.

 

Pontos Importantes:

  • Manter uma descarga de peso leve sobre a Overball e pensar como se o abdômen que tivesse que suportar essa carga, como fazemos na posição de prancha. Permitir que o joelho afunde demais no acessório pode provocar desequilíbrios.

  • Ativar o Power House para estabilizar o tronco enquanto apenas a perna movimenta. Quanto mais ela estende, mais o abdômen e o glúteo contraem.

  • Fazer as mãos empurrarem as ombreiras o tempo todo para longe, evitando assim que o corpo afunde sob as escápulas. Imaginar que as mesmas deslizam em direção aos bolsos de trás da calça.

  • Há a tendência da cabeça anteriorizar. Para evitar, deve-se levar o queixo levemente em direção à garganta e pensar no topo da cabeça indo para longe direcionando o olhar para a cabeceira. 

  • O carrinho abre e fecha devido ao movimento de extensão e flexão das articulações do membro inferior e não dos ombros. 

  • É importante sempre certificar-se que o aluno executa bem o exercício em base estável para então evoluir adicionando a instabilidade.

 

A expressão “estar de quatro por alguém” significa que a pessoa está perdidamente apaixonada. O que falar então de quem está em quatro apoios sobre a Overball e em cima do Reformer? Essa pessoa só pode morrer de amores pelo instrutor!

 

 

Veja mais:

 

Quatro Apoios no Reformer

 

Fortalecimento de Glúteos em Quatro Apoios no Reformer

 

 

Please reload

Workshops Espaço Fluir

Clique na imagem para saber mais

O que você procura?

Please reload

DÚVIDAS E SUGESTÕES, AQUI É O LUGAR!

UM BLOG POR ESPAÇO FLUIR

© 2014 POR ESPAÇO FLUIR.