Variação do Going Up Front na Cadeira

 

Os clássicos Going Up e Climbing a Mountain envolvem contrações isotônicas e isométricas e são excelentes para o fortalecimento geral dos membros inferiores, treino de equilíbrio e coordenação. Os exercícios na Wunda devem ser feitos depois que o aluno já tem o Power House treinado, pois é um aparelho que dá pouco apoio para o corpo e esta variação não é diferente e ainda mistura elementos de ambos exercícios mantendo os mesmos objetivos.

 

Posição Inicial: Descer o pedal com a ponta do pé, mantê-lo embaixo para posicionar o outro pé no assento. Braços cruzados à frente do corpo. Coluna reta.

 

Movimento: Estender o joelho da perna de cima até fechar o pedal, mantendo a outra perna estendida. Descer a 90 graus, sustentar esta posição e fletir e estender a perna do pedal.

 

Pontos Importantes:

 

  • Mantenha a Caixa. Evite compensações como flexão lateral da lombar para o lado da perna de cima. Pense em levar o ísquio deste lado para o calcanhar do outro lado.

  • Outra compensação comum é a lombar ir em extensão, para evitar mire o cóccix para o chão.

  • Faça a subida pelo Power House pensando em levar o umbigo para dentro e para cima como se fosse escondê-lo embaixo das costelas e dali para o topo da cabeça.

  • Contrair os músculos do assoalho pélvico ajuda na conexão dos músculos do Centro de Força e no alinhamento axial.

  • Acione a Base Pilates pensando em levar a lateral da coxa de cima para o chão e a de baixo para trás, ou seja, uma intenção de rotação externa, mas sem rodar.

  • O Going Up e Climbing a Mountain clássicos são executados com uma leve rotação externa. Nesta variação este posicionamento também é possível. Experimente todas as possibilidades.

  • Inicialmente pode-se usar as alças de mão da Chair para dar segurança ao aluno, lembrando que neste exercício elas funcionam como um apoio para o equilíbrio e não para descarga de peso.

  • No exercício abaixo fizemos uma variação na qual o usamos a faixa elástica para fortalecimento de braço. Lembrando que a faixa também aumenta a carga para perna e que tem diferença no ângulo do joelho no momento da isometria, já que no primeiro exercício a sustentação ocorre embaixo e no segundo em cima.

 

 

Os comandos dados por instrutores de Pilates são tudo menos previsíveis. Alguns são polêmicos (xixi no topo da cabeça), outros requerem atenção (ossinho do bumbum esquerdo no calcanhar direito) e outros fazem eles nos olharem com aquela cara de  “tá falando sério?” (suba para cima). Este último, é aquele caso que elucidar (para cima é para cima, não para frente nem para trás, só para cima) faz toda a diferença e faria até o professor Pasquale feliz com um exemplo que mostra que pleonasmos às vezes são necessários.

 

Veja mais:

 

Variação - Going Up Side com Mountain Climb Side

Lunge na Cadeira com a Fitball

Jairzinho na Cadeira

Please reload

Workshops Espaço Fluir

Clique na imagem para saber mais

O que você procura?

Please reload

DÚVIDAS E SUGESTÕES, AQUI É O LUGAR!

UM BLOG POR ESPAÇO FLUIR

© 2014 POR ESPAÇO FLUIR.