Variação do Hip Twist no Reformer

 

O Hip Twist é um exercício da série clássica de solo de Joe que adiciona rotação de coluna a Teaser. No entanto não movimentos de flexão e extensão, o que deixa o exercício bem desafiador, pois o praticante tem a missão de estabilizar em um plano de movimento e mobilizar em outro. Nesta variação contemporânea, levamos o Hip Twist para o Reformer e usamos o disco de rotação que ao mesmo tempo que age como base instável e facilita a rotação.

 

Posição Inicial: Sentado no disco de frente para a Barra de Pés. Joelhos dobrados, pés em Base Pilates apoiados na borda do carrinho. Mãos nas alças com os braços estendidos ao lado do corpo.

 

Movimento: Estender os joelhos e flexionar os ombros entrando na posição da Teaser. Manter a posição dos braços e rodar a bacia para esquerda, circular as duas pernas subir pela direita e voltar ao centro. Repetir o movimento começando pelo outro lado como no Hip Twist no solo. Ao terminar, voltar à posição inicial flexionando os joelhos e descendo os braços até a linha do corpo.

 

Pontos Importantes:

 

  • Existe muita instabilidade neste exercício, pois além do disco de rotação, o movimento é amplo e os braços não fazem um apoio fixo. O ideal é treinar primeiro o Hip Twist no mat.

  • No solo ao fazer a rotação da coluna um ísquio sai do chão, já nesta variação no Reformer, ao usar o disco, a rotação acontece com a ajuda do acessório e por isso os dois ísquios permanecem apoiados no mesmo.

  • Movimentos de rotação devem ser feitos com cautela, tenha certeza que o praticante está preparado para isto. Ele já deve ter domínio do seu Power House.

  • Mantenha as mãos, o centro do peito e a cabeça voltados para frente.

  • Acione a Base Pilates o tempo todo para evitar sobrecarga nos flexores de coxa.

  • No exercício abaixo mostramos uma variação mais leve, pois a alavanca é menor, em que o movimento realizado é o Cancan no qual os pés saem do apoio mas os joelhos permanecem dobrados. A rotação é feita para esquerda, direita e esquerda de novo, mas desta vez as pernas estendem. Repete-se o movimento começando pela direita como mostramos no vídeo abaixo.

 

Você pode optar por Twist and Shout na festa dos anos 60, mas lembre-se que no estúdio o melhor mesmo é Twist colocando a barriga para dentro, acionando a Base Pilates, extraindo o máximo de seu Power House e fazendo o alongamento axial. Bom, mas nada impede que ao final role um gritinho e até mesmo um beijinho no ombro, pois merecemos, né? ;)

 

Veja mais:

 

The Hip Twist with Stretched Arms

Please reload

Workshops Espaço Fluir

Clique na imagem para saber mais

O que você procura?

Please reload

DÚVIDAS E SUGESTÕES, AQUI É O LUGAR!

UM BLOG POR ESPAÇO FLUIR

© 2014 POR ESPAÇO FLUIR.