• Por Hellen e Monique

Variação do Scooter com a Faixa Elástica no Reformer


Exercícios que combinam fortalecimento de membros superiores e inferiores representam um desafio maior ao Centro de Força, que terá mais trabalho para estabilizar o tronco. Além disso obriga o pilateiro a conectar bem todo o seu corpo e a ter concentração máxima para evitar as compensações que podem surgir a todo lado.

O objetivo do exercício proposto é fortalecer o Power House, glúteos, coxas e tríceps braquial.

Posição Inicial: Dar uma volta com a faixa elástica na barra de pés. Subir no Reformer de frente para ela e apoiar um pé (no caso do vídeo, o esquerdo) na plataforma pisando sobre uma extremidade do elástico e com o calcanhar para fora enquanto o outro pé (direito) fica com a ponta na beirada do carrinho e a sola perpendicular ao chão. O joelho esquerdo permanece em ângulo reto e o de trás começa flexionado. O tronco está inclinado para frente. A mão homolateral ao membro inferior que está sobre a plataforma (esquerda) segura a outra extremidade da faixa e a mão correspondente à perna que está no carrinho (direita) apóia na barra de pés. Ambos os cotovelos iniciam estendidos.

Movimento: Puxar o elástico estendendo a articulação do ombro ao mesmo tempo em que a perna direita estica empurrando o carrinho, mantendo o tronco imóvel. Sustentar a perna e flexionar e estender o cotovelo para então retornar à posição inicial.

Pontos Importantes:

  • O braço que apóia na barra de pés não faz força e o cotovelo fica destravado. O peso do corpo está sobre as pernas e a estabilidade do tronco é conseguida através do trabalho do Power House.

  • A coluna permanece neutra. Sempre que há inclinação do tronco há tendência da lombar desabar e entrar em extensão e para evitar isso é necessário ativar o Centro de Força. Quando o joelho que está sobre o carrinho flexiona, ocorre o oposto e a bacia tende a fazer uma retroversão, portanto deve-se tomar cuidado com a volta para que a flexão do membro inferior ocorra apenas até o ponto em que a estabilidade não seja abalada.

  • Como o peso do corpo está depositado sobre a perna direita, o quadril deste lado pode compensar subindo e rodando. Por isso o praticante deve empurrar o ísquio direito para baixo e para trás.

  • Usar a Base Pilates para ajudar a alinhar e estabilizar a pelve e a concentrar a força na musculatura alvo.

  • Manter o alinhamento escapular pensando em rodar a dobra de trás da axila para baixo e imaginar que o braço está alongando para longe durante os movimentos.

  • Tomar cuidado para a cabeça não anteriorizar. O queixo é levado levemente em direção à garganta.

  • Caso o objetivo seja focar no trabalho dos membros inferiores ou para alunos que não estão preparados para executar movimentos combinados de braços e pernas, uma opção é não fazer uso do acessório e manter as duas mãos apoiadas na barra de pés. No vídeo abaixo mostramos uma variação que trabalha em amplitudes longas e curtas, focando na extensão da coxofemoral.

Estudos mostram que as atividades físicas reduzem as chances do indivíduo ser acometido pela doença de Alzheimer. Exercitar a memória também tem esse efeito. E quando unimos uma atividade física em que temos que lembrar de milhares de regras o tempo todo, podemos concluir que desse mal não sofreremos. Então se for para sofrer nas mãos de um alemão, que seja com o Pilates!

Veja mais:

Variação do Pumping na Cadeira com o Magic Circle

Agachamento Unilateral no BOSU com Fortalecimento de Braços

Workshops Espaço Fluir

Clique na imagem para saber mais

O que você procura?

DÚVIDAS E SUGESTÕES, AQUI É O LUGAR!

UM BLOG POR ESPAÇO FLUIR

© 2014 POR ESPAÇO FLUIR.