Fortalecimento de Oblíquos e Braço no Barril com a Faixa Elástica

 

Os pilateiros que utilizam o Barril só para alongar não sabem o que estão perdendo. São muitas as possibilidades de exercícios e sabemos que os instrutores apreciam a arte de colocar os oblíquos para trabalhar ali. O uso da faixa elástica dá aquele toque final, fortalecendo o braço e intensificando o esforço do Centro.

O exercício proposto tem como objetivo fortalecer o Power House, oblíquos do abdômen, quadrado lombar e deltóide.

 

Posição Inicial: De lado para o Barril com o quadril (no caso do vídeo, o direito) apoiado sobre o arco do aparelho, joelhos estendidos e pés no espaldar mais baixo com o de cima posicionado atrás do de baixo. O tronco está vertical e a mão de baixo (direita) apóia a nuca. O elástico envolve o espaldar mais alto e a mão de cima (esquerda) segura as suas extremidades com o cotovelo esticado acima da altura do ombro.

 

Movimento: Descer o tronco até formar uma reta desde a cabeça até os pés tracionando o elástico. Rodar a coluna como se fosse apontar o peito para o chão sem permitir que a pélvis rode junto. O braço acompanha o movimento. Desfazer a rotação e então retornar o tronco até a cabeça apontar para o teto novamente.

 

Pontos Importantes:

  • O Power House que comanda o exercício e não a cabeça. Um dos erros é dar impulso com o pescoço e braço, quando o correto é a cervical manter uma curva harmônica em relação ao resto da coluna e a mão da nuca ajudar a dar a orientação de crescimento.

  • Nas inclinações de tronco é comum compensarmos com rotação pélvica. A dica é o praticante imaginar que o corpo movimenta-se como se tivesse que deslizar entre duas paredes bem próximas.

  • Prezar pelo alongamento axial é importante, pois existe a tendência de desabar as costelas do lado oposto à inclinação e achatar a coluna nas rotações.

  • A musculatura dos membros inferiores permanece ativa e os pés ficam firmes no espaldar para contribuir com a estabilização da bacia. Além disso, o pé de trás empurra o apoio para ajudar a evitar que o quadril de cima desloque para trás.

  • Os glúteos trabalham juntamente com o abdômen para impedir que ocorra a anteversão pélvica.

  • Na variação mostrada no vídeo abaixo não fazemos a rotação, utilizamos um arco maior de inclinação fazendo a descida até o tronco aproximar-se do estofado do aparelho e sustentamos durante um movimento do braço.

 

 

 

As queimaduras são classificadas em três graus de acordo com a sua profundidade. Isso até surgir o Pilates, que esquenta tanto os músculos que deveria ser a definição do quarto grau.

 

Veja mais:

 

Abdominal Oblíquo com a Faixa Elástica

 

Abdominal Oblíquo no Reformer e no Barril com a Fitball

 

Variação do Swan no Barril com a Faixa Elástica

 

Variação do Horseback no Barril com a Tonning Ball

 

 

Fortalecimento de Membros Superiores com Extensão de Coluna no Barril

 




 

Please reload

Workshops Espaço Fluir

Clique na imagem para saber mais

O que você procura?

Please reload

DÚVIDAS E SUGESTÕES, AQUI É O LUGAR!

UM BLOG POR ESPAÇO FLUIR

© 2014 POR ESPAÇO FLUIR.