Variação do Pumping na Cadeira com Fortalecimento de Membros Superiores com a Faixa Elástica

 

 

O Pumping na Chair é um exercício de nível básico da série clássica de Joseph. Em sua execução as pernas bombeiam o pedal mantendo-se desde os pés até as coxas unidos, ou em uma opção modificada, usando a Base Pilates com calcanhares unidos e joelhos na largura dos quadris. No Pumping Parallel, o aluno que já adquiriu controle para manter a estabilização das pernas, agora executa o movimento com os membros inferiores paralelos e separados no alinhamento da bacia. Tanto o primeiro quanto o segundo exercício evoluem para o movimento de um membro bombeando o pedal enquanto o outro é sustentado paralelamente ao chão, o Pumping One Leg e o Pumping Parallel One Leg.

Todas essas opções são ótimas para fortalecer o Power House e coxas. Porém, no caso das grávidas manter as pernas unidas, ou até mesmo próximas, e sustentar uma delas passa a ficar cada vez mais difícil com o aumento da barriguinha. Por isso o ideal é lançarmos mão de variações em que os membros inferiores permaneçam bem separados e rodados externamente. No vídeo mostramos uma opção em que mudamos a posição da pilateira em relação ao aparelho e associamos o fortalecimento de braços com a faixa elástica.

 

Posição inicial: sentado transversalmente sobre o assento da Cadeira, mais próximo à extremidade do lado do pedal, como se estivesse montado em um cavalo, com as pernas em rotação externa. Um pé fica sobre o pedal e o outro sobre uma caixa. A faixa elástica está apoiada na região baixa da torácica e as mãos seguram suas extremidades com os cotovelos flexionados e juntos ao corpo.

 

Movimento: empurrar o pedal para baixo até uma altura em que não se perca a estabilidade da pélvis e tronco e ao mesmo tempo levar o elástico para frente e para  cima, até a altura dos ombros. Mantendo a perna, abrir os braços, fechar novamente e então retornar membros superiores e inferiores para a posição inicial.

 

Pontos importantes:

  • Manter o peso do tronco sobre os ísquios e a coluna perpendicular ao solo. As gestantes já tendem a posicionar-se com anteversão pélvica e o ato de empurrar o pedal e a faixa elástica aumentam a chance de compensação, por isso é essencial certificar-se de iniciar já na posição correta e ativar o Centro de Força para mantê-la.

  • Controlar a ida e a volta do movimento, sem permitir que a subida do pedal seja passiva, feita pela tensão das molas. É preciso brigar com elas a todo momento.

  • Alinhar os ombros, fazendo força para afastá-los das orelhas e também um do outro.

  • Caso o praticante não tenha força e/ou estabilidade suficiente para executar essa variação, deve-se fazer uso primeiro de opções mais simples, trabalhando somente as pernas e mantendo as alças do equipamento para dar apoio às mãos.

 

Não adianta brigar com as leis da física: dois corpos não podem ocupar o mesmo lugar no espaço ao mesmo tempo. Por isso seguimos usando variações e adaptações. Também não adianta brigar com o instrutor, ele vai sempre achar a melhor maneira de tirar os alunos do estado de inércia.


 

Veja mais:

 

Variação do Pumping One Leg

Variação do Pumping Parallel na Cadeira

Todos os Posts Sobre Gravidez

 

Please reload

Workshops Espaço Fluir

Clique na imagem para saber mais

O que você procura?

Please reload

DÚVIDAS E SUGESTÕES, AQUI É O LUGAR!

UM BLOG POR ESPAÇO FLUIR

© 2014 POR ESPAÇO FLUIR.