Ponte, Base Pilates e Câimbra


As câimbras são espasmos (contrações involuntárias) intensos e persistentes que acontecem na musculatura voluntária onde não se é possível reverter de forma voluntária. Quando fortes, normalmente é preciso a reversão manual para que ocorra o relaxamento. Existem várias causas, entre elas estão: compressão de raiz nervosa, uso exagerado da musculatura, frio, desidratação, problemas de circulação.

Sabemos que a Ponte sobre os Ombros é o exercício número 1 quando o assunto é câimbra. O que acontece nesse exercício é que quando desavisado, o aluno tende a subir a bacia usando apenas os isquiotibiais que já se encontram em uma posição encurtada, pois os joelhos estão dobrados, por isso tem menos recursos para a contração, sobrecarregando algumas fibras.

O que fazer para diminuir o risco da câimbra e deixar o exercício mais viável, agradável e principalmente mais proveitoso para o corpo? A resposta é muito simples: ensinar o aluno a acionar a Base Pilates, assim ele estará usando os estabilizadores da pélvis e seu Power House para ajudar os isquiotibiais na tarefa fazendo a integração de diversos músculos.

Também é importante fazer uso do apoio certo, onde braços e cintura escapular ajudam na sustentação, que deve ser ativa, veja como em A Ponte e o Apoio nas Escápulas.

Muitos alunos ficam entediados ao fazer a Ponte, mas esse é um exercício que trabalha todo o corpo. Pode parecer simples, mas quando é passado por um instrutor que sabe o que está fazendo, podemos garantir que de simples não tem nada.

Veja mais:

Shoulder Bridge

Ponte com Apoio Unilateral

Ponte com o Magic Circle no Cadillac

Ponte com um Pé Apoiado na Bola - Variação Iniciante

Workshops Espaço Fluir

Clique na imagem para saber mais

O que você procura?

DÚVIDAS E SUGESTÕES, AQUI É O LUGAR!

UM BLOG POR ESPAÇO FLUIR

© 2014 POR ESPAÇO FLUIR.