• Por Hellen e Monique

Abdominal Oblíquo no Solo com Fortalecimento de Membros Superiores com a Faixa Elástica


Os exercícios de solo obrigam o pilateiro a ter um maior controle sobre o seu corpo, já que o mesmo encontra-se totalmente livre. Nos equipamentos, a estrutura e as molas acabam dando um suporte e direcionamento. Portanto, o instrutor que utiliza as séries de Mat enriquece bastante as aulas, oferecendo estímulos e desafios e também preparando para uma melhor execução e entendimento do que deve ser feito nos aparelhos.

Os acessórios podem ser usados não só para dificultar e diversificar os exercícios, mas podem dar também uma certa ajuda ao praticante. No exercício proposto, a faixa elástica tem o papel de gerar resistência aos braços e Power House e ao mesmo tempo auxiliar na estabilidade do tronco.

Posição inicial: o aluno começa sentado e passa a faixa elástica pelas solas dos pés, com o cuidado de não deixá-la enrolar para que não haja o risco de escapar durante a execução. As mãos seguram as extremidades do acessório. Então ele flexiona os braços e as pernas e tira-as do solo, mantendo o peso do corpo não mais sobre os ísquios, mas equilibrando-se na região entre eles e o sacro e ativando o Centro de Força.

Movimento: simultaneamente serão executados os movimentos nos membros inferiores, estendendo como se estivessem empurrando uma parede, no tronco, fazendo uma rotação, e nos membros superiores, estendendo e abrindo a faixa elástica na diagonal. A rotação acontece para o lado do braço que desce e a cabeça acompanha essa mão com o olhar. O retorno também é feito dessa maneira coordenada.

Pontos importantes:

  • Todo e qualquer exercício do Pilates inicia com a contração do Power House. O movimento não deve partir e nem ter impulso na cabeça e pescoço. E quanto maior for a rotação do tronco, maior deve ser a contração do abdômen e do períneo.

  • A resistência do acessório não pode ser usada para aliviar o trabalho abdominal. Pelo contrário, o praticante ativa ainda mais a musculatura para vencer essa carga.

  • Quanto mais forte e curto for o elástico, maior será o trabalho dos braços e o suporte para o tronco.

  • No movimento de extensão dos membros inferiores, o aluno pensa em abrir a articulação do quadril, como se o fêmur quisesse sair do acetábulo, lutando contra a força de compressão do elástico. Nesse momento o abdômen contrai ainda mais para que a lombar não compense em hiperlordose.

  • Manter os ombros baixos, o peito aberto e a cabeça alinhada são fatores fundamentais para que não haja sobrecarga na cervical.

A mensagem é a mesma, com ou sem acessórios, nos equipamentos ou no solo: contrair o Power House nunca é demais. Saiba que o instrutor jamais estará satisfeito e acreditará que o abdômen sempre pode ir mais para dentro.

Veja mais:

Oblíquos do Abdômen

Pilates com Acessórios

Rolldown Oblíquo

Abdominal Oblíquo com a Faixa Elástica

Workshops Espaço Fluir

Clique na imagem para saber mais

O que você procura?

DÚVIDAS E SUGESTÕES, AQUI É O LUGAR!

UM BLOG POR ESPAÇO FLUIR

© 2014 POR ESPAÇO FLUIR.