Rolldown Oblíquo

Esta variação do Rolldown tem o objetivo de enfatizar a contração dos oblíquos e rotadores de tronco, além de fortalecer os estabilizadores escapulares e braços.

 

Pode ser feito no Reformer e Cadillac como mostra o vídeo. As instruções são as mesmas, no entanto, o Reformer é mais instável, por isso temos que ter certeza que o aluno possui o controle necessário para fazer sem correr risco de queda.

 

Seguiremos o exemplo de vídeo para não embolar a descrição. O praticante começa sentado de frente para a barra horizontal do Cadillac ou para a cabeceira do Reformer e, neste aparelho, deve estar com a bacia a um palmo da borda. A perna esquerda cruza por cima da direita que está esticada sobre o apoio. Coluna ereta. Caso o aluno não consiga manter uma boa postura podemos colocar um rolo embaixo do joelho direito para mantê-lo um pouco flexionado e liberar a tensão nos posteriores de coxa. A mão direita segura a alça de mão conectada a uma mola. Quanto maior o peso da mola, mais fácil será para o Power House e mais difícil para a movimentação do braço. A mão esquerda se posiciona na nuca.

 

O pilateiro deve enrolar em C fazendo o Rolldown ao mesmo tempo que gira o tronco para a esquerda. É importante ficar atento ao crescimento axial, pois tanto o movimento de enrolar quanto a rotação tendem a achatar a coluna. O aluno pode descer até o nível da base da escápula no Cadillac, mas optamos por parar um pouco antes. No Reformer, ele vai até o ponto que consiga manter o equilíbrio. Neste momento ele sustenta a posição e flexiona o cotovelo direito, mantendo-o aberto um pouco abaixo da linha do ombro, que deve estar para trás e para baixo. Este movimento não só deve ser entendido como fortalecimento para o braço, mas como uma oportunidade de enfatizar os estabilizadores da escápula, assim como aprofundar a rotação do tronco pensando na ativação do Centro de Força e no fechamento das costelas. O braço direito então volta a esticar e o aluno desfaz o movimento até sentar. Devemos lembrá-lo que ele não deve se pendurar na mola para descer nem para subir. A sustentação é feita pelo abdômen e a mola só assiste o movimento.

 

Dominar o corpo é tão difícil quanto dominar a mola, mas se fosse fácil que graça teria?

 

Veja mais:

 

Rolldown Bar

Oblíquos do Abdômen

Please reload

Workshops Espaço Fluir

Clique na imagem para saber mais

O que você procura?

Please reload

DÚVIDAS E SUGESTÕES, AQUI É O LUGAR!

UM BLOG POR ESPAÇO FLUIR

© 2014 POR ESPAÇO FLUIR.