• Por Hellen e Monique

Scissors no Reformer


Pilates colocou a Scissors em seu repertório de MAT, Ladder Barrel e Spine Corrector porque executado em todos esses aparelhos, o exercício desafia a estabilidade na região do centro do corpo e com isso ativa os músculos do Power House, além de trabalhar a flexibilidade da articulação do quadril.

Já a Scissors no Reformer é uma variação do Pilates Contemporâneo e trabalha as mesmas partes do corpo, mas de forma diferente e ainda fortalece os glúteos e os músculos posteriores da coxa.

Uma das diferenças da execução feita no Reformer é que o praticante estará deitado, com a bacia toda apoiada no carrinho o que facilita a estabilização da pélvis e lombar no plano sagital (flexão e extensão lombar e anteversão e retroversão pélvica). Nos demais aparelhos e solo existe uma briga feroz dos músculos do core para manter a lombar e a bacia paradas durante a execução, já que a pélvis não estará 100% apoiada.

Porém no Reformer existe uma dificuldade que não ocorre nas outras variações que é a sustentação da carga das molas em apenas uma das pernas, o que dificultará o alinhamento da pélvis no plano frontal (ou seja, será difícil conter os desvios laterais).

Dito isso, vamos ao que interessa: ação.

Com o aluno deitado no Reformer, o instrutor pede para que ele empurre o carrinho até esticar as pernas e o ajuda a colocar a alça em um dos pés, enquanto o outro permanece na barra de pés. Esta é uma oportunidade para ensinar o praticante a ter certa autonomia (é importante que o aluno aprenda a entrar e sair dos aparelhos em segurança sozinho, sempre que possível, isto não só garante liberdade caso alguma urgência surja como também poupa o instrutor de um movimento que ele fará mil vezes ao dia – veja mais sobre como proteger o corpo do dia a dia das aulas aqui) Então o pilateiro firma a perna da alça para poder tirar a outra do apoio e junta as duas esticadas a 45 graus em Base Pilates, ao fazer isso, ele sentirá a pélvis desnivelar na hora e a EIAS do lado do peso ficar mais alta que a outra e sentirá na mesma hora o impulso de se corrigir. Este é o momento para explicar como ele deve agir para manter o nivelamento da bacia durante todo o exercício.

Dicas de nivelamento:

  • Sendo o peso em uma das pernas apenas, ele achatará este lado, aumentando a curva da cintura homolateral à carga, sinal que a coluna fez uma flexão lateral. Peça para ele não deixar a curva da cintura acentuar, ou seja, ele deverá manter o espaço entre a bacia e as costelas igual dos dois lado do corpo.

  • Outra dica é puxar a perna do peso para longe e pedir para que ele sustente essa força de crescer a perna o tempo todo.

  • Podemos pedir para que ele mande o ísquio do lado da carga para longe, como se ele quisesse chegar na barra de pés.

  • Lembre-se: o ideal é ver movimento apenas nos membros e não na coluna. O tronco deve manter seu alinhamento em Caixa.

Estas dicas podem ser dadas ainda com o carrinho parado e as pernas a 45 graus. A partir daí, pensando em seu alinhamento, o praticante deve subir uma perna e descer a outra no movimento da tesoura. O mais importante da Scissors é o movimento de abertura da coxofemoral, ou seja, é a perna que desce, é ela que deve ser incentivada a chegar no máximo do alongamento. Porém no Reformer, com o peso, é possível sentir um ótimo alongamento dos ísquiotibiais da perna que sobe, e muita força dos glúteos e posteriores de coxa lutando contra a mola na descida do membro.

Independente de ser a perna da carga ou a sem carga, elas irão abrir até o ponto que todo o resto do corpo se mantenha no lugar, sem desvios laterais ou flexão e extensão da lombar. Para isso é importante concentração, controle e ativação do Power House. A ajuda da Base Pilates se faz necessária. Aliás, toda ajuda é bem-vinda na luta para um alinhamento perfeito aos olhos de Joseph. ;)

Veja mais:

The Scissors

Um Pouquinho Mais de Scissors

Workshops Espaço Fluir

Clique na imagem para saber mais

O que você procura?

DÚVIDAS E SUGESTÕES, AQUI É O LUGAR!

UM BLOG POR ESPAÇO FLUIR

© 2014 POR ESPAÇO FLUIR.