• Espaço Fluir

Estabilizar a Pelve Durante os Agachamentos Faz Toda a Diferença

O posicionamento da pelve está intimamente ligado ao da coluna lombar, por isso é importante prestar atenção na sua estabilização durante os exercícios. Quando o aluno bobeia na execução, acaba usando outra musculatura ao invés dos músculos alvo, o que não é interessante para o fortalecimento e ainda pode ser perigoso.

Movimentos de flexão da articulação do quadril tendem a gerar uma retroversão da bacia (bacia encaixada) e os de extensão, uma anteversão (bumbum empinado). Neste exercício, o ideal é que os movimentos ocorram isoladamente nos membros inferiores, sem que haja compensações na pelve e consequentemente na lombar. Sendo assim, mais uma vez entra em cena o nosso herói, o Power House, que com a sua super contração permitirá movimentos na perna mantendo a estabilidade na coluna.

Ao realizar movimentos unilaterais (quando um lado faz o movimento enquanto o outro fica parado) ou assimétricos (quando um lado faz um movimento diferente do outro) de membros inferiores há uma tendência em ocorrer um desequilíbrio na bacia e ela sofrer uma inclinação ou uma rotação. Por isso comandos aparentemente doidos como: "empurre o ossinho do bumbum esquerdo em direção ao calcanhar direito" ou "faça esse ossinho do quadril (espinha ilíaca ântero-superior) olhar para frente", são extremamente úteis, pois ajudam a evitar o desnivelamento horizontal da pelve e a rotação, respectivamente.

Antes de achar que a sua professora de Pilates é louca, pare um pouquinho, sinta o próprio corpo e então você verá que tudo faz sentido e que ela é a coisa mais importante da sua vida (pelo menos naqueles seus 60 minutos de aula).

Hellen e Monique :)

Workshops Espaço Fluir

Clique na imagem para saber mais

O que você procura?

DÚVIDAS E SUGESTÕES, AQUI É O LUGAR!

UM BLOG POR ESPAÇO FLUIR

© 2014 POR ESPAÇO FLUIR.